top of page

A importância dos dados como ferramenta para impulsionar a educação superior no Brasil

Atualizado: 11 de abr.

A frase “Dados são o novo petróleo”, dita por Clive Humby, matemático londrino especializado em ciência de dados, é uma das mais conhecidas da atualidade. E eu não poderia concordar mais. Isso porque ela destaca a alta capacidade que informações relevantes podem gerar para o sucesso de um negócio, ao mesmo tempo que destaca a importância de saber o que fazer com elas.


De acordo com o Farol Pravaler, um relatório exclusivo, com acesso gratuito e atualizado semestralmente a partir das buscas e contratações do financiamento estudantil privado, somente em janeiro de 2024, registrou-se um aumento de 100% em relação aos pedidos de financiamento estudantil para o curso de Medicina, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Esse movimento da alta procura nos leva a perceber a tendência de crescimento em relação ao número de novos médicos nos próximos anos e tal percepção foi corroborada pelo estudo Demografia Médica no Brasil de 2023, que aponta que nos últimos 15 anos o país dobrou o número de médicos, chegando a 500 mil profissionais em 2022, e deve alcançar cerca de 1 milhão em 2035. Além da identificação do potencial de mercado, tal análise também nos leva a notar que existe uma grande parcela da população brasileira que deseja seguir essa carreira, mas tem buscado alternativas para o pagamento do curso de graduação com maior custo. Com isso, soluções como uma vertical especialmente dedicada para a oferta do financiamento do curso de medicina, com benefícios exclusivos para estudantes e para as Instituições de Ensino Superior parceiras, podem ser a grande resposta e gerar mais resultados.


Outra constatação ao avaliar os dados do relatório foi o aumento do interesse das pessoas em relação ao financiamento privado. São 18% a mais de buscas pela solução quando comparamos todo o ano de 2022 com 2023. Além disso, conseguimos identificar que os cinco cursos mais buscados por 1 milhão de pessoas no ano passado são: Direito, Medicina, Enfermagem, Psicologia e Medicina Veterinária. É possível notar uma predominância por graduações na área da saúde, que vem em uma crescente desde a pandemia da Covid-19, quando os profissionais desse setor ganharam grande visibilidade. Desta maneira, é possível traçar estratégias de negócio mais focadas em instituições que oferecerem esses cursos ou até mesmo que estejam com dificuldades de cobrança ou pagamento dos estudantes.


Essas e muitas outras análises poderão ser vistas durante o GEduc 2024, em que aremos o lançamento de uma edição especial do relatório - elaborada exclusivamente para o evento – informações sobre a ascensão do interesse dos brasileiros em relação ao ingresso no ensino superior, quanto tem crescido a busca por alternativas de pagamento que possibilitam o acesso a ele, recortes regionais, os perfis dos estudantes que financiam a educação superior e muito mais.


Até lá, confira na íntegra a primeira edição do Farol Pravaler.

 




Beto Dantas

Sócio e Chief of Operations Officer (COO) do Pravaler. Foi pioneiro no desenvolvimento do EAD no Brasil em 2005 e desde então, são mais de 20 anos trabalhando e empreendendo no setor. É formado em Direito, mestre em Administração de empresas e possui diversas certificações, entre elas, MBA em Banking pela FIA, Educação Executiva pela Universidade de Cambridge, programa de Fintech Revolution pela Wharton Executive Education.

39 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page